segunda-feira, 9 de março de 2015

Poesia vende, sim.

O recém-lançado V Encontro do Fórum de Literatura Brasileira Contemporânea é o tipo de livro amplamente recomendável para quem se interessa pela compreensão do universo literário, aqui compreendido como um conjunto heterogêneo que abrange escritores, editores, poetas, estudantes de letras e professores.

Uma das graças do livro é justamente propiciar ao leitor a percepção de como existem diferenças de convicção entre os integrantes do citado grupo. Alguns textos do  "V Encontro..." podem ajudar inclusive a quebrar tabus.

Um exemplo: sempre se diz que poesia não dá lucro no Brasil. Sobre isto, transcrevo as palavras de Carlos Andreazza, editor-executivo da Record, entrevistado na publicação da EdUERJ.

"Comparado a um best-seller como ""A culpa e das estrelas"", um livro de poesia não vende em lugar nenhum do mundo . Agora se a comparação se dá no contexto da própria história da poesia, vende, sim".

Em seguida, ele destaca o "Rua da padaria", da poeta Bruna Beber, cujas duas primeiras tiragens de 3.000 exemplares se esgotaram.

É o tipo de resposta que pode alavancar um debate. Há de se destacar que a conversa com Carlos, e também com Flávia Iriarte, da Editora Oito e meio, é apenas um dos atrativos deste lançamento. Há muitos outros ensaios e entrevistas em suas quase 300 páginas.

"V Encontro do Fórum doe Literatura Brasileira Contemporânea" é organizado por Anélia Pietrani, Dau Bastos, Godofredo de Oliveira Neto e Maria Lúcia Guimarães de Faria.