segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Recordando 2013: Um livro sobre Santa Cruz

Santa Cruz: de legado dos jesuítas a pérola da coroa, organizado por Carlos Engemann e Marcia Amantino, lançado pela EdUERJ, consiste em um minucioso trabalho de pesquisa histórica. Ao reconstituir a trajetória da antiga Fazenda de Santa Cruz, que existia no atual bairro de mesmo nome, o livro destaca o legado dos jesuítas ao patrimônio histórico, cultural e urbanístico da cidade do Rio. A narrativa, ágil, pode interessar principalmente a estudiosos de história e geografia.

A Fazenda de Santa Cruz foi marcada pelas diferentes administrações, tendo sido, em sua existência, jesuítica, real e imperial. Cada fase corresponde a uma parte do livro. Na primeira, aborda a administração jesuítica; a segunda trata do cotidiano dos escravos que ali trabalhavam; e, por último, enfoca os administradores do período em que a fazenda esteve sob tutela governamental, lusa ou brasileira.

O processo de coleta de dados reuniu pesquisadores de instituições universitárias do Rio (UFRJ, UFF e Universo), assim como oriundos das federais de Minas Gerais e de Pernambuco (UFMG e UFPE) e da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Rio Grande do Sul. A pesquisa baseou-se em documentação referente aos autos de inventários e sequestros da Fazenda em diferentes anos, entre 1759 e 1801.

Alguns dados históricos podem até remeter o leitor a casos atuais, demonstrando que determinados problemas da sociedade encontram raízes em outros tempos. Por exemplo, há um tópico que trata da corrupção no matadouro da Fazenda nos anos 1800. A narrativa conta, no capítulo dedicado à administração imperial: “A falta de anotações em livros-caixa era apenas uma forma de não ter de prestar contas à Câmara e esconder as fraudes, prática também verificada no matadouro de São Cristóvão”.

Santa Cruz: de legado dos jesuítas a pérola da coroa conta uma história que tem políticos, jesuítas, índios, escravos, comerciantes e trabalhadores como personagens. E um cenário em um dos mais representativos bairros do município do Rio de Janeiro.