sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Biografias em debate na Uerj

   A questão das biografias não autorizadas tem sido uma discussão muito presente no ano de 2014. Com a tramitação no Senado da lei que regulamenta o gênero, novas polêmicas têm surgido em torno do assunto. Inserido nessa temática, dos dias 16 a 19 de novembro ocorre o VI Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica na UERJ (Campus Maracanã). Um dos destaques da programação cultural do congresso é o Café Biográfico, um espaço de conversa no qual pesquisadores e especialistas dialogam com biógrafos a fim de conectar a universidade com o público extra-acadêmico.

   O Café, que tem o professor Italo Moriconi como curador, será realizado apenas nos dias 18 e 19 no Teatro Odylo Costa Filho às 14h. No primeiro dia, a discussão tem como tema a relação de tensão entre o direito a biografar e o direito à privacidade de cidadãos comuns e celebridades. Paulo Cesar de Araújo, biógrafo de Roberto Carlos, debate com duas autoras de livros recém-lançados pela Editora da UERJ: Clarisse Fukelman, organizadora de Eu assino embaixo: biografia, memória e cultura, e Patricia Coralis, autora de A vida na voz: mídia, idolatria e consumo de biografias.

    No dia seguinte, 19, o editor-executivo da EdUERJ, Italo Moriconi, conversa com Jorge Ferreira, Angela de Castro Gomes e Cláudio Aguiar, autores de biografias de personagens do período marcado pela ditadura militar.